Conheça as melhores formas de financiar uma moto

O sonho do brasileiro é ter um automóvel próprio. É o que diz o senso comum, porém a realidade por muitas vezes pode soar contrária a realização deste sonho. Com os altos valores na tabela de carros novos, conseguir um com preço acessível se torna uma tarefa árdua.

As motos se tornaram mais populares com o passar dos anos aumentando sua frota para cerca de 4,6 milhões só em São Paulo, segundo o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), e aparecem como uma opção mais viável pelo menor custo e maior economia se comparado aos demais veículos motorizados, além de terem maior mobilidade no trânsito, aspecto importante principalmente para os paulistanos.

Assim como qualquer veículo também é possível financiar uma moto utilizando bancos, financiadoras e outros intermédios, cada um com uma condição diferente para que o comprador encontre a oferta que melhor atenda sua finalidade e, de preferência, tenha os juros mais baixos.

Os bancos são as opções mais procuradas por fornecer segurança no processo e condições razoáveis quanto aos prazos e às taxas. Na Caixa Econômica Federal é possível financiar até 80% do preço da moto com uma taxa de juros de 1,49% com prazo de 5 anos.

Já o Bradesco apresenta juros mais altos com 5,34% mensais, mas permite o financiamento de 90% do veículo. Tanto Banco do Brasil quanto Santander não divulgam abertamente a porcentagem de juros, mas oferecem um financiamento do valor total da moto em 3 anos e 4 anos, respectivamente. Enquanto isso, o Itaú informa apenas que realiza o financiamento em até 5 anos.

Vale lembrar que no caso de financiamento a operação é trabalhada com juros compostos, então é preciso ter cuidado, considerar os fatores e realizar todos os cálculos necessários antes de tomar uma decisão, para que esta seja a mais assertiva possível.


Faça Parte! Adicione seu e-mail e receba mais informações