Confira quais são as motos com melhor custo benefício

Para quem gosta de motocicleta, essa situação é positiva. Para se ter uma boa ideia, pesquisa realizada pela Federação Nacional dos Concessionários de Automóveis (Fenabrave) mostrou que o setor cresceu 14,84% em 2019.

Seja o entusiasmo pelos veículos de duas rodas ou a oferta econômica da época, agora é hora de ver algumas sugestões para motocicletas em 2020.

Para tomar a melhor decisão de compra, é necessário considerar seu estilo de vida e a disponibilidade que pretende oferecer ao veículo. Devido à grande variedade de opções disponíveis no mercado, esta é a melhor forma de evitar erros na escolha de um modelo.

Pensando nisso, criamos este artigo para responder às suas dúvidas sobre o melhor modelo de motocicleta do ano. Verificação de saída!

Modelo de diferenciação de aprendizagem

Os modelos disponíveis no mercado são divididos em 12 categorias. Discutiremos os principais tópicos nos tópicos a seguir.

Scooter

São scooters com motores de 50 a 150 cilindros. O reconhecimento visual é simples, porque o piloto está sentado em vez de sentado. Por muito tempo, um modelo muito popular foi o Honda Biz.

Cidade ou rua

Essas motocicletas usam motores de baixa cilindrada que variam de 100 a 150 e podem atingir velocidades de até 160 quilômetros por hora, o que as torna muito adequadas para uso em cidades. Esta categoria é a categoria mais vendida no Brasil, com foco na popular série CG da Honda.

Essas motos podem ser usadas em estradas e cidades. São modelos mais leves com pára-lamas mais altos. Em 2019, a Honda NXR 160 Bros continua a manter sua posição de liderança. O número de placas ultrapassa 120.000.

Entenda a diferença entre as motos de 2020

Agora que você conhece pelo menos os principais tipos e entende a disponibilidade de cada tipo, é hora de escolher sua moto em 2020. Lembre-se que embora a linha de produtos esteja em constante aprimoramento, a maioria dos modelos disponíveis já está no mercado há muito tempo. Eles reaparecerão por meio de lançamentos anuais ou semestrais, resultando em pequenas alterações no design e no motor.

1. Honda Biz

Esta scooter é uma das favoritas dos compradores pela primeira vez. Por ser um filhote, o ciclista não anda como as outras motos, mas se senta e dirige com os pés rentes ao chão. Esta é uma boa escolha para pessoas que estão apenas começando ou que ainda estão inseguras.

Comparada com outras motos, a Honda Biz é leve e a distância entre o assento e o guidão é conveniente para pessoas com baixa estatura. Além disso, o preço é razoável, o desempenho mecânico é bom e o consumo de combustível é baixo. Essa série de vantagens o torna um dos modelos mais vendidos do Brasil.

2. Honda popular 110i

O modelo foi introduzido pela primeira vez em 2007 e atualmente é um dos modelos mais fáceis de usar para as montadoras japonesas. Em 2019, as vendas ultrapassaram 100.000 unidades, tornando a Pop 110i a quarta motocicleta mais vendida nos Estados Unidos. Entre os filhotes, fica atrás apenas do Honda Commercial.

O Pop 110i foi recentemente revisado e o método de injeção eletrônica foi alterado para garantir o melhor desempenho com o menor consumo de combustível. Design mais seguro, refinado e durável.

3.Honda CG 160

É adequada para o uso diário no centro da cidade e é a motocicleta mais vendida do Brasil em 2019. No ano passado, a Honda vendeu quase 308.000 motos Honda CG 160.

Comparado com produtos similares, este modelo não só é muito econômico, mas também tem baixos custos de manutenção. A velocidade é maior que a do Biz, então o assento não é baixo. A série possui 4 versões: Titan, Start, Fan e Cargo.