Repasse de veículos, veja como ter o seu carro novo agora

Se você costuma pesquisar sites de usados, pode ter encontrado o termo “repasse de veículos”. Mas você sabe exatamente de onde vieram esses veículos, como funciona a compra dessa forma, por que são mais baratos e quais são seus direitos?

Bem, em primeiro lugar, o preço do caminhão de transporte é muito inferior ao preço de mercado. O preço médio no site dedicado foi reduzido de 15% a 20%, mas você encontra ofertas 50% menores que a tabela da Fipe. Parece um excelente negócio, não é?

Porém, como o nome sugere, esses veículos são entregues pelo proprietário ou concessionário em seu estado, sem avaliação mecânica ou reparos na carroceria (para verificação de arranhões ou até mesmo colisões graves). Como resultado, teoricamente a pessoa que analisa o carro não forneceria garantia. Porém há controvérsias.

Tudo é (ou deveria) ser claro: o vendedor costuma ser sincero ao declarar os defeitos do carro. Ou seja, quando o comprador é avisado do problema, ele “desiste” de reclamar com a loja de perdas futuras.

Muitos dos carros vêm de leilões, mas também há alguns casos de vendas privadas em que eles estão mais dispostos a dar sugestões na hora de vender o carro ou entrar na forma de pagamento zero quilômetro. Quando o estoque está alto, o lojista pode optar por vender o carro por um preço menor, sem se responsabilizar por reparos ou garantias.

No entanto, o artigo 18 da Lei de Proteção ao Consumidor (CDC) estipula que, neste caso, o vendedor será responsável pelos defeitos que ocorrerem no prazo de 90 dias da compra, e deverá substituir o produto, reembolsar o comprador ou fornecer ao comprador um desconto se tem menos de 30 dias. Se porventura o problema não for resolvido em alguns dias, adquira um novo produto.

Para se protegerem, os lojistas costumam incluir uma cláusula no contrato em que informam as condições de venda e afirmam que não são responsáveis ​​por possíveis defeitos no carro – qual ação é irregular de acordo com o CDC.

Em alguns casos, se o problema encontrado não for tão sério, como peças de desgaste natural ou batidas no corpo, é vantajoso adquirir um veículo de repasse. Basta escrever o “desconto” no papel e quanto custará para reparos. Para não ser roubado, o ideal é que um mecânico de confiança avalie o veículo cobiçado e não deixe nada em branco – afinal, é o seu suado dinheirinho que está sendo usado!


Faça Parte! Adicione seu e-mail e receba mais informações