Financiamento – Veja como financiar com a menor parcela

Uma moto nova é o desejo de muitos brasileiros, no entanto, os valores nem sempre parecem coincidir com os orçamentos disponíveis. Há muito a ser pensado antes da obtenção de um veículo, vale a pena refletir e se perguntar se você realmente precisa dele agora, pois um veículo representa um grande investimento.

– Quando financiar?

Quando há urgência na obtenção de um veículo, as pessoas acabam por optar pelo método de financiamento bancário. É preciso que essa decisão seja bem pensada, logo que os financiamentos te trarão um gasto adicional por anos. Esse método permite que você tenha uma moto 0km na sua garagem em pouco tempo, pois exige apenas a solicitação bancária e um pouco de pesquisa antes de escolher a instituição.

Contudo, quando as simulações ou solicitações são feitas, o número de parcelas, o valor e os juros podem assustar. Por isso, apresentarei dois métodos para diminuir o número de parcelas e, consequentemente os juros aplicados nelas.

– Como diminuir parcelas?

Consideremos duas situações: na primeira, sua condição financeira atual e a previsão para os próximos anos é bem favorável; na segunda, suas condições não são exatamente as melhores. Existe uma solução diferente para cada ocasião, ambas exigem organização e planejamento. É importante lembrar que apesar de ser uma forma rápida de conseguir o seu veículo, vale gastar algum tempo fazendo as análises, pesquisas e cálculos necessários para não sair no prejuízo. Vejamos as situações:

  1. Você está em condições financeiras favoráveis e tem um bom dinheiro reservado

Se você está em boas condições financeiras, o ideal é que você invista um valor mais alto na entrada da sua moto. Isso porque o valor dos juros e das parcelas está diretamente ligado ao valor da entrada. Quanto maior o valor da entrada, menor o valor restante para pagamento. Logo, menor serão as parcelas que cabem no seu bolso.

  • Suas condições não são tão boas como o esperado

Se você não está na sua melhor fase financeira, também há uma forma de reduzir o número de parcelas do seu financiamento. Ainda que você compre sem entrada, ocasionando uma taxa alta de juros, é possível economizar nos próximos meses e optar pelo método de pagamento de duas parcelas. Acontece que, geralmente, as últimas parcelas tendem a ser mais baratas. Logo, você pode tentar pagar a 1º parcela junto com a última. Se você conseguir fazer isso em boa parte dos meses, terá uma grande economia no valor e terminará muito antes do previsto.


Receba mais informações gratuitamente