Aurora Boreal: um dos espetáculos mais incríveis da natureza

A aurora boreal, assim como sua congênere meridional, a aurora austral, proporciona um dos espetáculos mais lindos e arrebatadores da natureza. Todo ano, na Lapônía ártica, ocorrem mais de 200 fascinantes manifestações celestiais, resultantes da interação entre o vento solar – uma corrente de partículas de alta energia emitida pelo sol – e o campo magnético terrestre.

As partículas presas na ionosfera acima da Terra brilham em tons de vermelho, verde, azul e violeta, formando padrões sempre diferentes de faixas, raios, ondas e espirais que revestem o céu noturno.

Os finlandeses possuem pelo menos 20 contos folclóricos que explicam a origem da aurora boreal. O mais popular é o da raposa ártica que criou o fenômeno ao correr pela neve abanando sua cauda e lançando faíscas para o céu.

O termo finlandês para a aurora boreal, aliás, é revontulet, que significa “fogo de raposa”. A explicação científica do fenômeno em nada diminui sua estonteante beleza.

Ilhas Órcades

Defendendo as ilhas Órcades do oceano Atlântico, North Gaulton Castle é um dos ilhéus mais expressivos das ilhas Britânicas. Assim como Yesnaby Castle, é formado por múltiplas camadas do antigo arenito vermelho estratificado que caracteriza as Órcades.

O arenito é enriquecido com uma abundância de estromatólitos e outros fósseis, registros da vida que fervilhava no imenso lago devoniano que um dia cobriu as ilhas. O ilhéu está situado ao largo de uma das mais desoladas extensões de terra firme da costa ocidental das ilhas. Apesar da óbvia atração que exerce sobre os alpinistas, sua inacessibilidade restringiu a prática do esporte a apenas algumas escaladas.

Para aqueles que se atrevem a enfrentar o desafio, ou para os que se contentam em admirar o monte na segurança relativa do promontório, o esplendor da paisagem marinha só compete com o da vida selvagem local. Além da rica diversidade de espécies de aves marinhas, que se reúnem em grandes colônias de reprodução sob os protetores penhascos de arenito, o visitante pode ter â sorte de encontrar um rato-dos-lameiros ou vislumbrar uma esquiva lontra-marinha.


Faça Parte! Adicione seu e-mail e receba mais informações